Publicidade

Todos os anos, se torna cada vez maior o número de Brasileiros que saem do país com o intuito de buscar segurança, trabalho e uma melhor qualidade de vida.

Publicidade

Nos últimos anos, Portugal tem sido um dos lugares mais procurados por Brasileiros que procuram mudar de vida e se estabelecer em um lugar diferente.

Apesar do procedimento para conseguir o visto ser muitas vezes burocrático, morar em Portugal realmente dispõe muitos benefícios.

Levando em consideração que em Portugal a língua falada é muito semelhante à nossa, isso torna muito mais fácil a comunicação neste país, facilitando e muito na hora de procurar emprego.

Publicidade

Além disso a educação pública de Portugal é uma das melhores pois vem crescendo desde 2000 no seu Ranking PISA, sem contar que a segurança do país é considerada uma das melhores no mundo.

Como se não bastasse todos estes benefícios, Portugal ainda conta com uma baixa taxa de desemprego além de superar a Itália, Inglaterra e Alemanha no que diz respeito ao programa de saúde nacional.

Se o que faltava para você correr atrás da papelada eram motivos para morar em Portugal, bom ai estão eles!

Agora acompanha o resto do post para saber bem direitinho tudo que precisa fazer antes de aprontar as malas, e comprar sua passagem aqui no nosso site com precinho promocional para ficar tudo ainda fácil.

1 – Conseguir seu visto

Essa definitivamente é a parte mais complicada. Independentemente do país que você decide morar, você precisará de um visto, seja para trabalho ou estudo.

Apesar de burocrático, hoje em dia este processo já está bem mais facilitado devido aos acordos que o Brasil tem com Portugal, sendo assim confira os tipos e visto que você pode obter de acordo com seu objetivo.

Estudantes:

O visto de estudante serve para quem vai fazer graduação, pós-graduação ou intercâmbio e a primeira parte do processo é feita no Brasil, você deve ir até o consulado ou embaixada.

Porém para conseguir este visto você já deve ter em mãos uma carta de aceite da universidade que irá estudar além que ter de comprovar renda para se manter, que pode ser o caso de ter conseguido uma bolsa de estudos ou seja qual for a outra forma você deverá comprovar.

Inicialmente este visto dura 4 meses, após chegar em Portugal é necessário procurar um SEF – Serviço de Estrangeiros e Fronteiras para dar entrada na autorização para permanecer por mais tempo.

É possível trabalhar com este visto, porém é necessário fazer um comunicado ao SEF.

Trabalho:

Assim como o de estudante, para o de trabalho é necessário comprovar uma promessa de emprego em uma empresa de Portugal, e a empresa também participa do processo de solicitação do visto.

Este também dura inicialmente 4 meses e depois é necessário entrar com o pedido de autorização de residência e de atividade profissional.

Solicitação de Cidadania:

Este visto é exclusivamente para netos de portugueses, filhos ou cônjuges ou pessoas que vivem juntos a mais de 3 anos.

Brasileiros que vivem legalmente no país a mais de 6 anos também podem solicitar cidadania portuguesa.

Empreendimento:

Caso você queira abrir um negócio em Portugal você precisará de um plano de negócio e investimento sólidos, pois para este visto você não precisa de capital social mínimo.

Para isso o sujeito precisará abrir uma empresa no país, que custa em torno de 200 euros.

Aposentadoria ou pessoa com rendimentos próprios:

Se a ideia é ir curtir a aposentadoria ou simplesmente descansar e sossegar em um lugar calmo e seguro, o interessado deve apresentar uma renda maior do que o salário mínimo atual de Portugal que atualmente e de 676,67 euros por mês, comprovante de residência e um seguro de saúde com validade internacional.

2 – Planejamento

Depois de definir qual seu objetivo e dar entrada no visto, é hora de se planejar e colocar as ideias no papel.

Comece analisando o seu capital atual, quanto você dispõe para realizar a viagem, alugar um apartamento, por onde começar a procurar emprego, essas coisas são muito importantes antes de finalmente ir.

Você deve entender que mesmo possuindo uma promessa de trabalho é necessário que você chegue até lá com algum capital inicial para começar a se estabelecer.

Em casos de intercâmbio com bolsa de estudos fica muito mais fácil, pois existem bolsas que custeiam moradia e alimentação desde o primeiro mês.Lembrando que na hora de comprar a passagem, não deixe de conferir as promoções que encontramos para você, já pode riscar uma das preocupações da lista.

3 – Custo de vida

Porto e Lisboa são as cidades mais caras para morar em Portugal, porém o salário lá é muito vantajoso e tem muito mais oportunidades de trabalho nessas duas cidades.

A média de custo de vida para uma pessoa, incluindo água, luz, internet, telefone, comida e um apartamento bem localizado com um quarto segue mais ou menos esta média:

Lisboa – 1100 à 1500 euros
Porto – 900 à 1300 euros
Braga – 700 à 800 euros
Coimbra – 600 à 700 euros
Guimarães – 600 à 700 euros

Lembrando que você deve procurar um local que seja adequado a seus objetivos e sua situação financeira, essa média pode variar de acordo com a localização do apartamento, e a quantidade de gastos que você pretende ter relacionados ao lazer.

4 – Saúde

O atendimento público em Portugal e de alta qualidade, até mesmo se comparado com os hospitais particulares do Brasil, porém, apesar de ser público o atendimento hospitalar não é gratuito.

Mas não se preocupe, as taxas cobradas são bastante acessíveis e não abusivas, para utilizar o serviço de saúde pública de Portugal o Brasil possui um acordo com Portugal que possibilita um seguro saúde para o brasileiro.

O PB4 é gratuito e garante a todo beneficiário do INSS o atendimento de saúde em qualquer país que faz parte do acordo, possibilitando que o indivíduo pague a mesma quantia que um morador local.

Como você pode ver, apesar de burocrático, o processo para morar em Portugal não é difícil e atende a todas as necessidades que surgirem.

Sendo assim, está esperando o que para fazer as malas, seja para morar ou passar uns dias por lá, a gente te oferece as melhores ofertas em passagens aéreas, agora é só fazer as malas e colocar o pé na estrada.

Leave a comment