5 lugares fantásticos para conhecer em Guarapari

Os críticos afirmam que Guarapari seria a cidade do litoral do Espírito Santo que melhor combina o lazer com infraestrutura. Isso porque, a cidade tem praias de fato organizadas e seguranças, tomadas por orlas monitoradas e com calçadões, quiosques, bares e restaurantes de alta qualidade – tudo o que um turista passa a procurar quando a vontade é unir diversão e tranquilidade em um único lugar.

A verdade é que existem lugares fantásticos para conhecer em Guarapari, mas para isso é necessário organizar uma viagem mais duradoura e que oferece dias tranquilos para explorar os pontos turísticos da região. Neste sentido, para que realize uma viagem incrível sem gastar muito encontramos algumas passagens aéreas baratas para Guarapari – que você tende a analisar no final deste artigo.

Mas enquanto não planeja a viagem, confira abaixo os lugares fantásticos para conhecer em Guarapari e que tendem a tornar sua futura viagem inesquecível.

# 1 – Parque Aquático Acquamania

Um dos primeiros lugares fantásticos para conhecer em Guarapari que você de fato deve conhecer, principalmente se tem filhos ou crianças em sua família, é o parque Acquamania. Ele é um parque aquático que tem uma série de piscinas e toboáguas, sendo o local ideal para entreter crianças de todas as idades devido aos diferentes cenários que são montados ao redor dos brinquedos do parque.

# 2 – Parque Estadual Paulo César Vinha

Outro parque na lista dos lugares fantásticos da cidade de Guarapari é o Parque Estadual Paulo César Vinha, que seria uma reserva ecológica. O local passa a ter uma área de 1.500 hectares e por isso abriga as praias, dunas, lagoas, mirantes e outros da cidade. Trata-se de um local que te permite relaxar ao extremo, mas para isso precisa fazer trilhas, que juntas somam o total de quatro quilômetros.

# 3 – Igreja Antiga Matriz

Para as pessoas que gostam de conhecer parte da história e cultura das cidades que visitam, é interessante conhecer a Igreja Antiga Matriz de Guarapari que foi construída em meados de 1585. Essa igreja foi feita pelo padre Anchieta e tem características únicas, como as portas contornadas por conchas. No caso, ocorre que ela fora tombada como Patrimônio Histórico, demonstrando sua relevância.

# 4 – Praias de Guarapari

Sem dúvidas a cidade de Guarapari possui praias incríveis e com isso passa a ser um dos destinos mais frequentados pelas pessoas que visitam o Espírito Santo. A cidade tem praias para todos os gostos e estilos, seja as mais badaladas ou as praias mais tranquilas, ideais para famílias com crianças. Assim, Guarapari passa a obter mais de 50 praias ao longo de toda a extensão, sendo bem democrática.

* Praia Areia Preta – seria uma praia mais frequentada por turistas idosos, pelo fato de ser urbanizada, pequena e inclusive compor as ondas fracas, sem grandes riscos de se afogar durante a prática de mergulho ou banho.

* Praia Setiba – Uma praia ideal para as pessoas que desejam curtir o mar azul e muito calmo. Além disso, está em um local indicado para as pescas, por isso durante o ano é comum encontrar pescadores e diversos barcos.

* Praia Enseada Azul – seria formada pelas praias de guaibura, bacutia e a mucumã, sendo locais que possuem águas cristalinas e areia bem branca, a água também é bem calma, o que pode permitir a prática de mergulho.

* Praia Três Praias – Com o mar azul e areia bem branca, esse conjunto de praias é um dos mais belos da cidade, mas que tem o acesso complicado, justamente por ter uma parte de terreno particular não permite veículos.

* Praia D’ulé – Para os surfistas a D’ulé seria o local mais indicado para ter uma experiência única durante a prática do surfe com as ondas enormes, além de ter areias bem fofas e uma trilha que irá levar  à Lagoa Vermelha.

# 5 – Pedreira Adventures Park

Aos aventureiros é crucial conhecer o Pedreira Adventures Park, que passa a ser um espaço com um total de 24 mil metros quadrados. O espaço está localizado em meio a cânions, cachoeiras e lagos, sendo ainda mais emocionante a prática de esportes radicais como rapel, a escalada, a canoagem, o mergulho, a tirolesa e o wakeboard, mas em todos os casos deve ter acompanhamento de instrutor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>